[GUIA] Como fazer a primeira venda como afiliado: 10 dicas!18 minutos de leitura


O mercado digital anda a todo vapor! Nos últimos tempos vem se mostrado resistente até mesmo a crises. Isso vem chamando a atenção de uma galera que procura alguma forma de renda extra, trabalhar de casa ou de qualquer lugar. E realmente a ideia é muito boa! Ter um trabalho mais flexível significa também maior qualidade de vida.


Mas, não é porque o trabalho é feito on-line, que significa que é fácil. Em busca de como fazer a primeira venda como afiliado, muita gente acaba desistindo. “Meu produto tem vários cliques, mas não vende”. Essa frase parece familiar? Realmente é preciso persistência, paciência e as técnicas certas para vender nesse mercado. Pensando nisso, Separamos 10 Dicas para fazer a primeira venda como afiliado. Coloque em prática e temos certeza que você conseguirá vencer essa barreira e, assim como muita gente, comprovar que é possível.


Confere aí!


Como fazer a primeira venda pela Hotmart


Não é uma tarefa fácil, mas é possível chegar lá! Para fazer a primeira venda, é preciso ter paciência e conhecer as estratégias certas de divulgação. Além disso, conhecer a fundo o público e escolher os produtos certos, facilitam o processo.


Mas, antes de apresentar o caminho das pedras sobre como fazer a primeira venda como afiliado, a gente queria te dar alguns toques que podem fazer bastante diferença na sua caminhada. Olha só:


A escolha do produto


Bom, você deve concordar comigo que a base de toda a estratégia é escolher bons produtos, não é mesmo? Dentro da Hotmart, por exemplo, já dá para ter uma ideia. A plataforma mostra 3 indicadores que podem ajudar nessa decisão:

  • Temperatura: indica a aceitação do produto no mercado. Quanto mais quente ele for, mais visitantes está atraindo e possivelmente mais vendas.
  • Blueprint: é um número que mostra como a própria Hotmart enxerga a qualidade do produto. O Blueprint leva em conta vários fatores, como seu nome, sua categoria ou a página de vendas. Veja mais sobre esse indicador aqui.
  • Satisfação: outra métrica sobre a qualidade do produto, mas na visão dos próprios clientes. Produtos com satisfação alta são os ideais, porque geram menos reembolsos e mais vendas.


Além disso, vale a pena dar uma olhada na página de vendas do produto. Uma boa página traz várias características, como:

  • Breve explicação sobre o produto;
  • Vídeo explicativo e persuasivo;
  • Depoimentos de clientes (provas sociais);
  • Benefícios do produto;
  • Garantias de compra para os clientes;
  • Perguntas frequentes respondidas;
  • Combate a objeções (o que afasta as pessoas da venda);
  • Informações sobre formas de pagamento;
  • Bônus do produto;
  • CTAs (chamadas para ação).


Levando em conta esses pontos para escolher os produtos que vai divulgar, a missão de como fazer a primeira venda como afiliado pode ficar muito mais fácil.


Conhecendo o público


Com um bom produto em mãos, hora de conhecer melhor seu público. Quais são suas dificuldades? Seus medos? Objetivos? Defina também informações demográficas, como idade, sexo, localização ou renda. Claro, estamos te dando apenas algumas ideias. Se quiser, você pode se aprofundar no assunto e traçar o perfil do seu potencial cliente, conhecido como persona. É comum até dar nome para as personas, para deixá-las mais humanizadas.


Além dessas características, é legal entender também em quais canais o seu público está presente. Assim, você direciona seus esforços para as plataformas certas e consegue passar a sua mensagem para a audiência que pode comprar de você.


Dicas para fazer a primeira venda como afiliado


Agora que você já está ligado nesses conceitos iniciais, vamos às dicas de como fazer a primeira venda como afiliado. Lembrando que essas dicas não garantem que as vendas vão acontecer, mas aumentam bastante as chances de conseguir. Continue a leitura!


1. Listas de contato

Como fazer a primeira venda como afiliado por listas de contato

Se ainda não tiver construído uma lista de contatos, você devia pensar seriamente em fazer isso. Sabe por que? Elas são baseadas em permissão. As pessoas que recebem e-mail marketing, enviam o e-mail em troca de iscas digitais e podem se descadastrar das listas a qualquer momento.


Então, com uma lista construída e bem segmentada, crie sequências de e-mails com informações valiosas para seu público e, em algum momento, faça a oferta do seu produto, mostrando como ele pode solucionar um problema que a audiência tenha. Existem ferramentas gratuitas (até uma certa quantidade de contatos) que permitem construir essas listas de contato. E evite sempre comprar listas prontas, para não enviar e-mails para pessoas que nem sequer ouviram falar de você.


2. Grupos de Facebook

Grupos de Facebook


Apesar do alcance orgânico no Facebook ter caído bastante nos últimos anos, se tem uma coisa que ainda funciona por lá são os grupos!


A ideia é a seguinte: encontre grupos que tenham a ver com o produto que você está divulgando. Se você promove um produto de emagrecimento, por exemplo, busque grupos onde as pessoas falam sobre dietas. Então peça para entrar em vários grupos assim. Agora, crie uma imagem bem chamativa, que demonstre o problema que o seu público está enfrentando, e um texto persuasivo (cuidado para não exagerar). Publique nesses grupos e aguarde seu post ser aprovado pelos moderadores (que normalmente não aceitam divulgações de produtos).


Só então, edite a publicação e inclua seu link de afiliado. Use encurtadores de link para criar uma versão mais reduzida e amigável do seu Hotlink.


3. Grupos de Whatsapp

Como fazer a primeira venda como afiliado por grupo de whatsapp


Os grupos de Whatsapp podem ser outra grande oportunidade para fazer sua primeira venda como afiliado. As pessoas costumam ser bem ativas nesses grupos. Então, você pode procurar alguns que tenham relação com seu produto e participar deles. Tente levar dicas úteis e ajudar as pessoas antes de fazer uma oferta. Veja também se os administradores do grupo permitem esse tipo de divulgação, para não ser removido.


Outra ideia é criar um grupo próprio para você e divulgá-lo nas redes sociais ou mesmo em um site próprio. Aos poucos sua audiência vai crescendo e, como o passar do tempo, também dá para divulgar seu link de afiliados. Só não faça isso o tempo todo porque as pessoas começam a se sentir incomodadas com alguém que só pensa em vender. Foque em oferecer conteúdos ricos sobre o seu nicho e pontualmente faça uma oferta ou outra.


4. Grupos do Telegram

Grupo de Telegram


A ideia é parecida com a dica anterior, mas os grupos do Telegram contam com uma vantagem a mais: capacidade para até 200 mil usuários! No Whatsapp, esse número é bem menor, apenas 256 pessoas podem participar de um grupo. Outro recurso interessante do Telegram são os canais, que funcionam de forma parecida com uma lista de transmissão. Assim, você também pode enviar uma mensagem para várias pessoas ao mesmo tempo.


5. Google Ads


Se tiver um pouco de grana para investir, é possível aprender como fazer a primeira venda como afiliado usando a plataforma de anúncios do Google. Procure saber se o produtor autoriza anunciar para o nome do produto e veja se esses termos têm um bom volume de buscas mensais (aproximadamente 1.000 buscas já podem valer a pena).


Se o produtor não autorizar a criação de anúncios para o nome do produto, é possível anunciar também para a solução que ele oferece. Por exemplo, se o seu produto for um curso de desenho com um nome específico, você pode anunciar para a palavra curso de desenho online.


Então, depois de validar isso tudo, crie sua campanha para a rede de pesquisa e inclua as palavras-chave que foram definidas. De preferência para a correspondência de frase, para não desperdiçar muito dinheiro. Defina um orçamento diário, um limite de gastos por clique e crie também os anúncios, com títulos e descrições chamativos. Use gatilhos mentais nos textos e inclua a palavra-chave escolhida, tanto no título, como na descrição. Não se esqueça de incluir a URL final e ative sua campanha.


Quer aprofundar em Google Ads para Afiliados? Não deixe de conferir esse guia completo sobre o assunto!


6. Como fazer a primeira venda no Facebook?


Assim como o Google, o Facebook também tem sua própria plataforma de anúncios. Lá, você consegue anunciar também no Instagram, no feed, explorar ou stories, por exemplo. No Facebook, dá para anunciar no feed, na barra lateral, no marketplace, nos feeds de vídeo e até mesmo no messenger.


A estrutura de anúncios no gerenciador de negócios do Facebook é parecida com a do Google. No topo da hierarquia temos as campanhas. Dentro delas, os grupos de anúncios e neles os anúncios. Cada campanha deve ter um objetivo. Para fazer a primeira venda como afiliado Hotmart, usando o Facebook, selecione o objetivo de tráfego, para levar as pessoas direto para a página de vendas do produtor. Defina o orçamento diário, as características do seu público (idade, sexo ou localidade), onde seus anúncios vão aparecer e quando serão exibidos. Faça variações deles para testar qual funciona melhor, revise tudo e ative a campanha.


7. Blog

Como fazer a primeira venda como afiliado por blog


Blogs podem ser outra ferramenta poderosa para alcançar a primeira venda como afiliado. O motivo? Dá para aproveitar todo o potencial orgânico que o Google oferece e ainda vender no automático. Criando conteúdos completos, que respondam as principais dúvidas do seu público e ofereçam uma boa experiência, é possível posicionar posts entre as primeiras posições na busca do Google.


Fazendo isso, as pessoas conseguem encontrar seu site a partir de dúvidas que queiram solucionar. Já no blog, podem clicar em um banner, por exemplo, conferir posts sobre reviews de produtos, ou acessar o seu link de afiliado a partir do menu do site. Fora que também dá para trabalhar todo esse tráfego, anunciando para visitantes de páginas específicas a partir de remarketing.


O blog permite ainda oferecer materiais gratuitos para os visitantes, em troca de informações de contato. Então a pessoa pode não comprar de você agora, mas lá na frente, pode mudar de ideia depois que ler um texto de uma campanha de email marketing. Lembra da lista de contatos? É aqui que ela entra em cena.


8. E-books


Aproveitando o gancho do último tópico, os E-books podem ajudar – e muito – na sua primeira venda. No momento em que estiver criando o material, coloque uma chamada para a ação, convidando o usuário a conferir o seu produto pelo link de afiliado. Pode ser na forma de um banner ou uma página inteira, para dar maior destaque para sua oferta. Você pode contar ainda com o compartilhamento do e-book entre a pessoa que baixou e seus amigos ou com pessoas do ciclo social dela, o que pode dar uma força a mais para fechar a primeira venda.


9. YouTube

Vender como afiliado pelo YouTube


Como o segundo maior buscador do mundo, perdendo apenas para o seu proprietário, o Google, o YouTube oferece um potencial gigante para o mercado de afiliados. Deixando a vergonha de lado e gravando um vídeo, com um texto persuasivo, você pode se conectar de maneira única com a audiência, expondo vantagens e benefícios do produto que escolheu para promover. Inclua o Hotlink na descrição, nos cards e avise isso nos vídeos, para que as pessoas possam conferir.


Mas nada de forçar a barra. Ficar falando apenas sobre vendas a cada vídeo pode cansar seu público e até fazer com que ele abandone seu canal. Você até pode fazer uma oferta ao final, por exemplo, mas desde que não seja o foco do vídeo, entende? Priorize conteúdo que resolve as dúvidas da audiência e as vendas serão consequência.


Assim como o blog, um vídeo bem posicionado nos buscadores tem a chance de vender no “piloto automático”. Fazendo vídeos de qualidade, com o tempo você pode ir conquistando autoridade na plataforma e influenciando cada vez mais pessoas. Sem dúvida, é uma das ferramentas com mais potencial para te ajudar na missão de como fazer a primeira venda como afiliado.


10. Como fazer a primeira venda como afiliado no Instagram?


Se por um lado o Facebook vem diminuindo o alcance orgânico de postagens, por outro, o Instagram vem ganhando muita popularidade na Internet. Fora a grande quantidade de atualizações que recebe ao longo do tempo, oferecendo mais e mais possibilidades de comunicação com os seguidores.


E seja de qual nicho o seu produto for, as chances do seu público estar também no Instagram são altas. Quer tirar a prova disso? Procure por perfis parecidos como o que você tem ou deseja criar.


As possibilidades são muitas. Você pode criar conteúdo em torno de dicas que o público precisa, vídeos, memes (que geram bastante engajamento), carrosséis (geram salvamentos e compartilhamentos). Explore bastante os stories também, chamando a atenção para o link da bio, além de divulgar novos posts. Usando ferramentas como o Linktree dá para fazer um único link, que abre uma nova página com vários outros. Então, você pode incluir seu link de afiliado lá, além de outros que sejam importantes para seu negócio.


Chegando em 10 mil seguidores, o Instagram libera a função arraste para cima nos stories, onde você pode incluir seu link de afiliado também. Gerando autoridade no Instagram, é possível fazer atendimento ou tirar dúvidas dos seus seguidores via direct também.


Lembre-se ainda de incluir hashtags que tenham relação com suas postagens e transformar seu perfil em uma conta comercial, para ter acesso a estatísticas que podem render boas ideias e ajudar a analisar seu desempenho.


[Bônus] Copywriting – Escrita persuasiva


Essa dica é um bônus porque pode impulsionar qualquer uma das outras estratégias faladas aqui. De um jeito resumido, Copywriting é uma forma persuasiva de criar textos, levando os usuários a tomar uma ação que se espera deles. Mas olha só: não estamos falando de manipulação. Manipular é quando você convence alguém a tomar uma ação que é boa apenas para si mesmo e não é esse o objetivo.


Então, seja para seus anúncios, legendas de posts ou texto de vídeos para o YouTube, use essas técnicas de escrita para ter resultados melhores. Comece pesquisando:

  • Os benefícios que o produto oferece e quais são mais importantes para o público;
  • Quais são as necessidades dele;
  • Quais são os maiores desafios e como o produto pode ajudar a superá-los;
  • Liste algumas objeções (argumentos que levam a pessoa a desistir da compra) e responda cada uma delas.
  • Aproveite o poder dos gatilhos mentais.


Com esse dever de casa bem feito, é só criar os textos, incluindo todos esses dados. Não vamos aprofundar aqui, pode ser assunto para outro post, mas existem várias técnicas para ajudar na criação de um bom texto persuasivo.


Conclusão


Bom, chegamos no final desse post. Você viu que o mercado de afiliados vem crescendo bastante e despertando o interesse de muita gente. Por outro lado, fazer vendas nem sempre é fácil e exige persistência e dedicação. Por isso, muita gente acaba desistindo.


Deu para conferir algumas dicas também sobre como fazer a primeira venda como afiliado. Vamos relembrar cada uma?

  1. Lista de contatos: baseadas em permissão, comunicação eficiente. Ofereça informações úteis aos assinantes via e-mail marketing e faça ofertas pontuais do produto.
  2. Grupos de Facebook: entre em grupos relacionados ao produto, publique imagens e textos persuasivos sobre seu produto de uma maneira natural. Edite a publicação, depois de aprovada por moderadores, e inclua seu link de afiliado.
  3. Grupos de Whatsapp: entre em grupos também relacionados e participe das discussões, oferecendo informações úteis. De vez em quando comente sobre seu produto e os benefícios. Outra alternativa é criar um grupo próprio.
  4. Grupos de Telegram: o mesmo raciocínio dos grupos de Whatsapp, com a diferença que os do Telegram aceitam até 200 mil pessoas.
  5. Google Ads: encontre palavras-chave com o nome do produto ou com a solução que ele oferece. Crie anúncios para a Rede de Pesquisa. Capriche nos títulos, descrições e inclua a URL Final, além do link de afiliados.
  6. Facebook Ads: Crie campanhas com objetivo de tráfego. Defina as características do público, posicionamento dos anúncios, orçamento diário e quando os anúncios serão mostrados.
  7. Blog: crie conteúdos completos, focados em alcançar as primeiras posições do Google. Inclua seu link de afiliados no menu do site, banners ou posts. Ofereça iscas digitais em troca de informações de contato.
  8. E-books: inclua chamadas para ação ao longo do e-book. Podem ser banners ou páginas inteiras. Não esqueça de colocar seu link.
  9. YouTube: crie vídeos que solucionem dúvidas do público e vídeos que exponham as vantagens do produto promovido. Inclua chamadas para ação no video, convidando o público para conferir seu produto. Coloque o Hotlink na descrição e nos cards.
  10. Instagram: faça um perfil comercial e publique conteúdo em diversos formatos: vídeos, carrosséis, dicas ou memes. Inclua hashtags nas postagens e um link clicável na sua bio. Aproveite os stories para chamar a atenção para esse link.
  11. Copywriting: escreva textos persuasivos para complementar e potencializar todas as técnicas acima.


Agora é com você: coloque em prática algumas ou todas essas dicas e você aumentará bastante as chances de fechar a primeira venda. Curtiu as dicas? Deixa um comentário para a gente saber e até a próxima!